Alimentos funcionais

Alimentos funcionais

Você sabe o que significa “alimentos funcionais”?

Alimento funcional é aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutricionais básicas, produz efeitos benéficos à saúde, devendo ser seguro para consumo sem supervisão médica. Ou seja, é um alimento que tem propriedades importantes na prevenção de doenças e, até mesmo, na melhora de alguns sinais e sintomas.

Diversos órgãos nacionais e internacionais já reconhecem os benefícios de alguns alimentos, caracterizando os mesmos como alimentos funcionais.

Soja – leguminosa rica em proteínas, vitaminas e minerais. Contém uma substância chamada isoflavona que, junto com a proteína, age na redução do colesterol, leva a melhora nos sintomas de menopausa. Da soja é produzido diversos outros alimentos como tofu, pasta de soja, soja texturizada, farinha de soja e outros.

Cerais integrais – contém uma quantidade interessante de fibras que tem diversas propriedades já estabelecidas como melhora do trânsito intestinal, diminui colesterol total, reduz LDL-c (mau colesterol), Além disso, os cereais são ricos em vitaminas do complexo B que atuam, especialmente, no sistema nervoso central – atuando em casos de depressão, cansaço, menor disposição física.

Aveia – é considerado um cereal porém tem uma substância funcional reconhecida em todo o mundo que é a beta glicana, que colabora que a diminuição do colesterol total e do LDL-c (mau colesterol). O consumo de 2 colheres de farelo de aveia já traz este benefício.

Oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas e outras) – são ricas em gorduras do bem (monoinsaturadas e poliinsaturadas) prevenindo doenças do coração, previne o diabetes tipo 2 e, para pacientes já diabéticos, colabora na manutenção de bons níveis de glicose no sangue. Além disso, contém vitamina E que atua como potente antioxidante e previne o envelhecimento precoce, alguns tipos de câncer e pode melhorar sintomas de demência.

Azeite – outro alimento com gorduras do bem, a famosa gordura monoinsaturada. Esta gordura atua na redução dos níveis de colesterol e na melhora clínica de diversas doenças como diabetes, resistência a insulina, sindrome do ovário policístico (muito comum em mulheres en idade reprodutiva) e outras.

fernanda_thumb
por Fernanda Vaz
Nutricionista e diretora da empresa Nutclinic